Blog Crédito Real
administradora de condomínios

O papel de uma administradora de condomínios

Saiba mais sobre as atribuições, responsabilidades e benefícios oferecidos pela administradora de condomínios.

Gerir um condomínio demanda tempo e disponibilidade. Por isso, muitas vezes um síndico não consegue fazer uma gestão satisfatória sozinho – é nesse momento que surge a administradora de condomínios, empresa criada para auxiliar e coordenar os serviços necessários para garantir o bem-estar de todos. 

O gerenciamento feito pela administradora de condomínios

O papel da administradora de condomínios é dar suporte ao síndico nas suas tarefas diárias. Dessa forma, a empresa pode fazer a gestão administrativa, financeira ou legal, conforme firmado em contrato.

Além disso, a administradora esclarece dúvidas dos síndicos, conselheiros, condôminos e moradores.

Sendo assim, destacamos algumas das principais funções exercidas pela administradora de condomínios:

Atendimento pessoal, por telefone e via e-mail aos condôminos;

Consultoria fiscal, cível e trabalhista;

Gestão tributária;

– Gerenciamento dos contratos dos fornecedores de manutenção;

Suporte para a realização das assembleias.

Tipos de gestão

Cada administradora pode oferecer opções diferenciadas de tipos de gestão, no entanto, as duas mais comuns são:

Gestão completa: a administradora de condomínios é responsável pelo gerenciamento administrativo total. Dessa forma, neste cenário o papel do síndico é apenas fiscalizar o andamento das tarefas realizadas pela empresa. 

Congestão: Aqui, as tarefas são realizadas pelo síndico com o auxílio da administradora. Essa ajuda externa serve para colaborar na execução de atividades burocráticas, como o pagamento de encargos e a emissão de boletos.

Ainda mais, este tipo de gestão permite que o valor cobrado pela administradora seja mais baixo do que no caso de uma gestão completa.

Vantagens de contratar o serviço

Entre os diversos benefícios de se contratar uma administradora de condomínios, destacam-se:

Auxílio especializado para cuidar de questões burocráticas, como os setores contábil e jurídico;

– A empresa pode facilitar o controle de inadimplência do condomínio, pois realiza as cobranças;

– O síndico fica mais livre para dar atenção a outras demandas

Representação do condomínio junto aos órgãos públicos;

Orientação técnica adequada e qualificada sobre as diversas situações condominiais;

– Além disso, a administradora também realiza a mediação de conflitos.

Quer contar com uma administradora experiente e de confiança? Então solicite a sua proposta e faça parte dos mais de 1.100 condomínios administrados, que representam mais de 50 mil famílias de clientes que confiam no nosso trabalho.

Gostou do Post? Deixe seu comentário aqui!