COVID-19

Áreas comuns em condomínios: cuidados de higienização para a segurança dos moradores

Manter a limpeza constante das áreas comuns do condomínio é uma prática já estabelecida e essencial para a saúde e o bem-estar de moradores e funcionários. Mas, com o avanço do coronavírus, as práticas de higienização dos espaços comuns, especialmente os de maior circulação, precisam ser redobradas, visando à contenção da disseminação da doença.

Os cuidados se tornam ainda mais importantes em um cenário no qual nem todos os moradores puderam aderir ao home office, ou nem todos os funcionários do condomínio puderam ser dispensados.

Confira, abaixo, as medidas recomendadas para a segurança e higienização do seu condomínio, de acordo com as orientações do Ministério da Saúde:

– Superfícies: devem ser higienizadas com alta frequência durante o dia, com produtos à base de álcool e/ou alvejantes, e até mesmo com um álcool com 70% de teor. São elas: portas, maçanetas, elevadores, botões, espelhos, corrimãos e, se houver, aparelhos de biometria.

– Pisos: devem ser limpos com maior frequência também, utilizando produtos desinfetantes.

– Moradores e funcionários: devem ser incentivados a fazer a higienização das mãos com álcool em gel ao entrarem no condomínio. Por isso, devem estar à disposição de todos, em diversas áreas do prédio, álcool em gel com teor de 70%. Os locais mais adequados para disponibilização são as portarias do prédio, entradas e saídas de garagem, elevadores e escadas.

– Barreiras de distanciamento: outra medida eficaz é a implementação de barreiras de proteção e distanciamento entre as guaritas dos porteiros – com pelo menos dois metros –  para que estes estejam protegidos. Materiais como acrílicos são ideais para a criação do recurso.

– Máscaras: os funcionários que precisam transitar durante as áreas comuns do condomínio devem utilizar máscaras. E não se assuste com a falta do produto no mercado: recentemente, o Ministério da Saúde orientou que as pessoas fabriquem suas próprias máscaras, existem diversos tutoriais de como produzir máscaras seguras e eficazes para distribuir aos funcionários.

Os síndicos que adotarem essas medidas estarão exercendo o dever de zelar pela saúde e bem-estar dos moradores e funcionários do condomínio. Ficou com dúvidas? Entre em contato com a Central de Condomínios e fique atento às últimas notícias sobre o coronavírus no nosso blog e redes sociais.

Tags

Veja também essas matérias

Veja mais postagens

Imóveis Crédito Real

Central de atendimento: 51 3214.1414

Siga a Crédito Real YouTubeInstagram

Baixe nosso aplicativo