Como ter sucesso na carreira de corretor de imóveis Franquias

Descubra como ser um corretor de sucesso com Marcelo Ojeda

Ser corretor de imóveis vai além do simples ato de vender um espaço. Essa é uma profissão que exige muito mais do que conhecimento técnico, ela demanda tempo, dedicação e, acima de tudo, relacionamento. Marcelo Ojeda, campeão de vendas de toda a Rede Crédito Real no acumulado do ano até agora (agosto/2021), sabe desse detalhe como ninguém. Não foi a sorte que o levou a ter excelentes resultados e um nível de conhecimento elevado. São anos de experiência que começaram lá em 2009, por intermédio da esposa. Por isso, convidamos nosso campeão a relatar o seu dia a dia de trabalho e dar dicas para quem busca o sucesso na corretagem de imóveis. Confira!

1. O agenciamento é o principal pilar

Ojeda iniciou sua carreira atuando apenas como agenciador. Ele conta que a primeira oportunidade de venda aconteceu através de um proprietário que, em uma conversa informal, revelou que estava em busca de um outro apartamento. A deixa bastou para que o corretor enxergasse uma oportunidade e fizesse sua primeira venda. “Por conhecer os apartamentos através dos agenciamentos, acabava facilitando toda a jornada de venda quando encontrava algum proprietário que também buscava a compra”, afirma.

Para ele, ambos os clientes – proprietário e comprador – querem a mesma coisa: fazer negócio. Mas, a necessidade de cada um é diferente. Por isso, para quem busca se especializar na área ou está começando agora, o relacionamento com o proprietário é o melhor caminho. Esse é um cliente que vê o profissional corretor como um facilitador que vai auxiliar em seu objetivo, diferentemente do comprador que, em geral, busca muito mais por alguém com extensa experiência.

2. Mantenha um bom relacionamento

A conversa com os proprietários é um excelente caminho para aumentar as chances de sucesso nas vendas. Quando o corretor faz uma entrevista detalhada, prestando atenção nas informações, mas, além disso, tentando se colocar no lugar do cliente, o interesse em ajudar acaba conquistando sua confiança. O corretor nos conta que, hoje, cerca de 70% dos negócios que fecha vêm de indicações. “É o reflexo de um trabalho focado no contato com o proprietário”, revela. Fazer anotações, trazer relatos pessoais e demonstrar real interesse são ações que ajudam a criar um vínculo, algo essencial para um relacionamento duradouro. Afinal, o cliente pode comprar agora, ou daqui a 10 anos.

“Se você for o corretor que ele se identifica, assim como temos médicos de nossa preferência, você será sempre o procurado para fechar negócio”, afirma o corretor da Crédito Real Class.

3. Aproveite todas as ferramentas disponíveis

Em comparação com 2009, a rotina de trabalho do corretor é bem diferente. E, claro, mais fácil! Quando Marcelo Ojeda começou sua carreira como agenciador, o primeiro contato com o proprietário era através do porta a porta, geralmente depois de já ter passado por zeladores, síndicos, amigos em comum, etc. A cartinha colocada na caixa do correio de casas e condomínios também era algo comum.

Hoje em dia, com diversas ferramentas e sistemas automatizados, essa dinâmica evoluiu, facilitando a busca por pessoas que querem vender seus imóveis. A maioria dos corretores concentra seu trabalho nas redes sociais, em portais e em sites de captação. Mas, isso não quer dizer que o corretor deva se ater somente a maneiras mais modernas de fazer contato: muito pelo contrário! A dica que Ojeda traz é justamente explorar todas as possibilidades. Ele, inclusive, prefere trabalhar de forma mais artesanal e caseira, digamos assim. Sem deixar os mecanismos mais atuais de lado, ele abusa das ligações telefônicas, da conversa com porteiros e até mesmo das famosas cartas deixadas nas caixinhas de correio.

4. Trace metas

Para chegar ao expressivo número que o faz ser o principal candidato a Corretor do Ano, Marcelo Ojeda sempre traçou metas pessoais de agenciamento. São 20 por mês, no mínimo. Para ele, essa é a chave para conseguir atingir os objetivos de venda também. Quanto mais contatos e imóveis o profissional tem em sua carteira, mais oportunidades de negócio aparecerão. Em razão disso, Ojeda aconselha os corretores que treina a sempre terem em mente metas claras e foco na busca por elas.

Com essas dicas, podemos concluir que a paixão que Marcelo Ojeda tem pelo agenciamento faz muito sentido quando o objetivo é o sucesso nas vendas! E você, corretor e corretora, está esperando o que para seguir essas dicas importantíssimas e colocar tudo em prática?

Se você está pensando em iniciar sua carreira no mercado imobiliário, conte com a gente! Acesse bit.ly/SejaCorretorCR e venha fazer parte da maior rede de franquias imobiliárias do Rio Grande do Sul.

Veja também essas matérias

Veja mais postagens

Imóveis Crédito Real

Central de atendimento: 51 3214.1414

Siga a Crédito Real YouTubeInstagram

Baixe nosso aplicativo