Fique por dentro do Plano de Prevenção Contra Incêndio. Condomínio,Institucional

Saiba tudo sobre PPCI!

Está por dentro de como proteger seu condomínio de incêndios e demais sinistros? No último Condomínio em Foco, evento promovido pela Crédito Real em parceria com o Click Síndico, foi discutido tudo sobre o Plano de Prevenção Contra Incêndios (PPCI). E para quem não pôde comparecer dessa vez, conversamos com os engenheiros Ricardo Maestri e Fernanda Ribas sobre o tema e reunimos as informações que você precisa saber. Confira:

Quando elaborar um PPCI?

O plano deve ser elaborado para a construção de um novo empreendimento. Para edificações já existentes é preciso um plano quando há ampliação da área construída, aumento da capacidade de lotação, ampliação da altura da edificação, aumento do risco de incêndio ou mudança de uso do empreendimento. 

Quem elabora o plano?

O PPCI é elaborado pelo responsável técnico do empreendimento, que pode ser um engenheiro ou um arquiteto, com base na Lei Estadual 14.376/13 (Lei Kiss). Ele é responsável por elaborar o documento e encaminhá-lo para validação junto ao Corpo de Bombeiros. Esse profissional elabora o plano com todas as normas e regras para prevenir incêndios, que dizem respeito a equipamentos de segurança, número de escadas, portas de emergência e demais pontos.

Em um condomínio, quem tem a responsabilidade sobre um PPCI?

A responsabilidade sobre o plano é tanto do responsável técnico quanto do responsável pelo prédio, que nesse caso pode ser o síndico, o proprietário do imóvel ou gestor. 

Existe diferença entre os planos para diferentes tipos de condomínio (residencial, comercial, industrial, etc.)?

Mesmo com o fato de que a Lei 14.376/13 é a norma que rege todos os planos, cada condomínio, dependendo de sua finalidade, vai ter uma medida de prevenção ou alguma regulamentação específica, com peculiaridades na prevenção de incêndio, considerando a área e altura de cada empreendimento. A regulamentação também muda se o prédio for novo ou se for um prédio já existente.

Qual o prazo final para a prática da norma? 


Este ano, o prazo limite é 27 de dezembro de 2019. Nesse dia, todas as edificações deverão estar com o plano aprovado e executando as medidas de prevenção.

Acompanhe os assuntos mais relevantes sobre condomínios no Condomínio em Foco, que acontece sempre na última terça do mês. Fique de olho nas nossas redes e não perca!

Tags

Veja também essas matérias

Veja mais postagens

Imóveis Crédito Real

Central de atendimento: 51 3214.1414

Siga a Crédito Real YouTubeInstagram

Baixe nosso aplicativo